<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10879025\x26blogName\x3dA+Arte+da+Mem%C3%B3ria\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://artedamemoria.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://artedamemoria.blogspot.com/\x26vt\x3d-8957554093698496963', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sábado, setembro 16, 2006

O dia em que a montanha pariu um rato


Mas ficamos a saber que o jornal já está feito para uma série de semanas. Aguardamos com máxima expectativa as confissões em capítulos do director do "novigual" jornal.

quinta-feira, setembro 14, 2006

O dia seguinte

The severity of Earth's geophysical response to the moon's departure increases dramatically. The planet slips 5.7 degrees on its axis, creating devastating changes in the Earth's climate. On the European and Asian continents a new Ice Age begins, while North America, South America, and Africa are covered largely by lifeless desert. The planet's ozone layer disintegrates entirely except for a narrow and irregular band that remains near the equator. Vast areas of radioactive ash, created by intense and repeated volcanic upheavals, cover most of the land area of the planet. Complex life perishes, save that in Santa Maria, a seven thousand square mile region near what was once the California/Baja California border.

Saudades desses "fascistas"

Disse ontem à televisão pública a laica Sra. Ministra da Educação que "são as autarquias que têm de dar confiança ás suas populações" mas parece que em Sernancelhe foi o religioso padre que, no fim da missa, anunciou ás populações, aparentemente a pedido do laico-religioso Sr. Presidente da Câmara, que os pequenitos que foram deslocados para a "nova" escola de acolhimento teriam de levar o prato, o copo e os talheres (e possivelmente os guardanapos de papel) para poderem almoçar... nas secretárias onde estudam! O laico-religioso Sr. Presidente da Câmara disse ainda que este procedimento é perfeitamente normal e que é assim que se faz nos países mais evoluídos do mundo. Ficamos a saber!
Coitados. A laica Sra. Ministra da Educação e o laico-religioso Sr. Presidente da Câmara, que tiveram de estudar no tempo do fascismo, sofreram imenso. Não tiveram a oportunidade de crescer intelectualmente com o facto de terem de levar o prato, o copo e os talheres para a escola. Salazar não lhes deu a oportunidade de almoçar na secretária. Fascista!
Não ponho em causa a necessidade de optimização dos recursos escolares. Não me parece certo que essa optimização seja feita apenas com base em análises estatísticas quer sejam de número de alunos ou de número de votos.
Linearmente, gastar dinheiro em programas de seringas limpas nas prisões, em apoio a festivais de cinema gay, na construção de estádios de futebol, na implementação de um cartão único ou em viagens de estado inconsequentes para fechar hospitais e escolas poderia parecer-me estranho se não soubesse que uma população frágil e sem perspectivas é facilmente manipulável. E depois o outro é que era fascista.
Post Scriptum (sempre por extenso para não haver confusões)

quarta-feira, setembro 13, 2006

Blogosfera

Aqueles blogs que estão indicados na coluna da direita, intitulada "costumam ler", estão lá por isso mesmo. Já foram mais e há outros, dois ou três, que são lidos e não divulgados. Censura, claro!
Esta coisa da "blogosfera", onde tudo é verdade e tudo é mentira, de facto não existe. Melhor, existe para o crédulo e para a sua crença e existe como forma de exorcismo de autor. Existem todas as formas de apontadores e truques de comentários para aumentar tráfego mas existirá informação?
Voltando ao meu blog (meu, porque o Jorge nunca mais acaba o doutoramento), e porque sim e sem que isto interesse a alguém, dos listados alfabeticamente gostaria de destacar A Planície Heróica, Esperando o tal Godot, ou isso e O Pasquim da Reacção. Dos que não estão listados, A Origem das Espécies e Rua da Judiaria. Razões diferentes mas, sobretudo, porque sim!

Ex-Heróis do Mar

Depois de tudo o que se tem dito da educação, dos educadores e dos educandos esta notícia é reveladora das razões portuguesas para :

- conduzir na faixa do meio,
- ouvir, ainda, a voz de dr. mário soares,
- dizer que o graffiti é arte,
- pensar que o psd é alternativa ao ps,
- dizer que o julião sarmento é um artista,
- deixar que os ministros se demitam ,
- deixar as crianças ver a floribella,
- achar que futebol é desporto,
- afirmar que o 25 de Abril foi uma revolução,
- ir passear ao colombo,
- ver a floribella,
- estar duas horas na bicha para ir à praia,
- pensar que a floribella é uma produção nacional,
- ser do benfica,
- ver as notícias da sic,
- ler o blog do dr. pacheco pereira, escrito pelos leitores,
- ouvir as notícias da sic,
- achar que a sic é portuguesa,
- afirmar que o primeiro-ministro governa,
- achar que desta é que vamos ganhar o campeonato do mundo,
- dizer que o Dr. Salazar foi fascista,
- ser do sporting,
- achar que desta é que vamos ganhar o campeonato europeu,
- ler o expresso,
- afirmar que dan brown é escritor,
- ser do porto,
- gostar de ir à festa do avante,
- comprar livros em saldo na fnac,
- aceitar que paula rego tenha um museu,
- comer sushi,
- ouvir os comentários do prof. marcelo,
- comprar uma Montblanc para escrever o nome,
- carregar a carteira com oito a doze cartões de crédito,
- ir ao CCB ver a exposição,
- gostar de vela,
- pagar um café com multibanco,
- achar que só a esquerda é progressista,

... pronto! Chega por hoje.

terça-feira, setembro 12, 2006

Do contra

Houve bons momentos no Prós & Contras, principalmente quando a Dra. Fátima cruzava a perna.

segunda-feira, setembro 11, 2006

E tudo o vento levou II

E tudo o vento levou










Rebuilding of WTC will generate $15 billion in total economic output in NYC and an average of 8000 jobs each year for thirteen years.

quinta-feira, setembro 07, 2006

Matar pulgas

Segundo as contas do Sitemeter, 93% das visitas brasileiras que chegam a esta espécie de blog procuram no google "como+matar+pulgas"... pessoalmente recomendo duas aplicações de Frontline.

Duas patas na poça

Depois da demissão do camarada presidente da câmara municipal de Setúbal esperam-se novas demissões na comissão de festas do avante por causa desta rapaziada simpática.

Nós por cá todos bem

Enquanto em Jerusalém tentam salvar vidas, em Portugal vai recomeçar o combate.

Ainda no campo da saúde, da leitura desta notícia e desta notícia fica provado que Correia de Campos é um homem que sabe o que faz e que o faz sem ceder a qualquer interesse...

segunda-feira, setembro 04, 2006

Distrações de fim de semana

Enquanto decorria a festa do avante a nato matou mais de 200 talibãs no sul do Afeganistão. Enquanto a nato matava mais de 200 talibãs no sul do Afeganistão o Presidente Annan, de visita a Teerão, dizia que o holocausto é um facto histórico inegável. Enquanto o Presidente Annan, de visita a Teerão, dizia que o holocausto é um facto histórico inegável, na ONU andava toda a gente a ver se já tinha chegado o mail do governo sudanês a "consentir" o envio de uma força da ONU para pacificar o Darfour onde já foram mortas mais de 200.000 pessoas. Enquanto na ONU andava toda a gente a ver se já tinha chegado o mail do governo sudanês a "consentir" o envio de uma força da ONU para pacificar o Darfour onde já foram mortas mais de 200.000 pessoas, em Portugal preparava-se a publicação de um importante estudo onde podemos ficar a saber que o custo dos preservativos em Portugal é «elevado», as farmácias nacionais restringem a oferta às marcas de maior valor comercial (Control e a Durex) e praticam preços mais altos em relação às grandes superfícies. e que as grandes superfícies comerciais não só apresentam os preços mais competitivos, como também oferecem maior variedade de marcas (onze ao todo), «à excepção das versões clássicas da Control e Durex». Ali estão ainda disponíveis opções de diferentes cores, sabores e feitios. As lojas de conveniência apresentam cinco marcas diferentes, «muitas delas quase desconhecidas em termos publicitários, e por isso mais baratas», mas cobram preços bastante superiores aos dos hipermercados.

Isto tudo enquanto decorria a festa do avante!...